segunda-feira, 9 de abril de 2012

O Parc De France, no Saguaçu

A área é uma jóia incrustada na região do Parque Zoobotânico, aberta ao público e pouco conhecida



                                              A lagoa é natural e habitada por aves exóticas



A flora é variada



Carambola, Anona, Goiaba, Tangerina, Pitanga, Açaí, Coqueiro, Jaboticaba, Ameixa, Araçá, tem de tudo

Tudo em harmonia

Marrecos e Patos nadam silenciosamente. Barulho, só da minha velha Sony.

Sob a goiabeira, uma balança...


... e trilhas.

Mãe natureza e filhos: Mãe e filha


No centro da lagoa, a ilhota é um refúgio


A água flui de um lago para outro; a sobra de um supre a necessidade do próximo.





Caminhar ao som dos pássaros...


... em cada canto, uma surpresa, um canto.


-Ah! Fotógrafo, você me encontrou...


... então faça uma foto bem bonita do meu perfil!


- Esta é minha namorada! Fotografe-a também, por favor!


Raízes


Me fixei nessa terra!


Os frutos da terra


Naturais e abundantes...




ou
Artificiais e escassos...


"Osterbaum" (Árvore de páscoa)


A lei dos homens...


... da sociedade...


... apenas letras e números.


-Ufa! Cansamos. Quem mora aqui?


-Vamos espiar e entender.



                                                               Garantia para o futuro.





                                                                          DE QUEM???






                                          A área é de preservação ambiental, mas as mansões do entorno dão margem à outra interpretação. Zé e José...!


                                          Seguranças e câmeras observam/ registram tudo e todos.


 De que forma o concreto, a presença maciça do homem e suas construções imponentes estão preservando essa área?





Fotos, texto e pensamento: James Klaus


0 comentários:

Postar um comentário